Serralheiro o que você
precisa saber sobre esse serviço

O serralheiro é o profissional que trabalha na serralheria, desenvolvendo cortes, furações e soldas em metais como ferro e alumínio, produzindo peças como portas, janelas, grades e esquadrias. Muitas oficinas e empresas exigem que o serralheiro possua formação em curso técnico, onde ele aprende técnicas como dobras e soldagens de produtos metálicos, elaborar orçamentos e diminuir desperdícios. Os serralheiros devem possuir conhecimento básico de desenho técnico e de cálculos matemáticos, devem compreender o funcionamento das diversas máquinas utilizadas e conhecer noções de segurança no trabalho, utilizando Equipamentos de Proteção Individual

workshop-1655275_1920
pexels-bidvine-1249611

Nas serralherias, o serralheiro é o responsável por: Inspeção de materiais: assim que os feixes de perfis metálicos chegam à serralheria, o serralheiro deve realizar uma inspeção, observando a qualidade da embalagem ( que não deve estar violada), a disposição dos perfis no veículo de transporte, a posição dos pacotes, o tamanho, a forma e o desenho do material, a cor de sua pintura, o aspecto do material, seu acabamento, planicidade e possíveis riscos, trincos e marcas de batidas. Armazenagem de materiais: Após a inspeção, o material pode ser armazenado em prateleiras, que devem estar envolvidas em materiais que protejam as barras de metal, como borracha ou feltro.

Corte de materiais: O serralheiro corta os perfis de metal de acordo com a peça que vai ser produzida, sempre priorizando a precisão, que interfere diretamente na qualidade da peça, utilizando as máquinas de corte e trenas. Além disso, os serralheiros também realizam desabes, entalhes, furos e rasgos nos perfis, feitos com o auxílio de máquinas como o estampo e o pantógrafo.

Montagem de esquadrias: A montagem das esquadrias, na maioria das vezes, ainda é feita de forma manual, exigindo muito cuidado com a segurança. As peças deve ser unidas de forma que haja um encaixe perfeito entre elas. Para que isso ocorra, podem ser utilizados acessórios como borrachas, roldanas, escovas, guias, guarnições, encostos, fechos e vidros. Construção de protótipos: os protótipos são indicados, principalmente, na produção de peças complexas e em grande escala. Antes de cortar todos os perfis, o teste é realizado cortando e montando os perfis necessários para uma peça, verificando se as medidas estão corretas e se estão com perfeito ajuste. Transporte de peças: No momento de entregar a esquadria pronta ao cliente, o serralheiro deve acomodar as esquadrias verticalmente no veículo, lado a lado, separadas com papelão ou jornal e amarradas com cordas de nylon ou cizal, com a finalidade de evitar atritos, arranhões e empenamentos.